sábado, 24 de outubro de 2009

Existe vida após separação, sim Senhor!
Hoje quero falar sobre separação...este ato as vezes necessário, mas tão difícil...
Só quem já passou sabe o que é...e só quem já amou tb, pois é muito mais doloroso qdo
somos muito ligados a alguém. Aí é que a coisa pega... as vezes gostamos demais do(a) companheiro(a), até mais que nós mesmos...deixamos de viver nossa vida para viver a vida do outro. Abidicamos de prazeres para agradar o outro. E o exagero é tanto que até sufocamos ou somos sufocado...
Mas gostar de alguém de verdadé é doar-se na medida certa, nem muito, nem pouco...É difícil,mas quando conseguimos,o relacionamento flui melhor...É respeitar a individualidade do outro, os gostos, as amizades e as escolhas...devemos entender que cada um é cada um e cada um tem seu destino e sua vida própria.
E quando esse gostar acaba???Aí vem a pior parte...o momento cruel, triste e difícil de passar....: A separação.
A dor da separação é algo que realmente parece não ter fim. O Chão some. O coração pára de bater, as lágrimas correm pelo rosto e pela alma...ui!Dói!Muito! Só quem vive a dor de separar sabe o que significa.
Mas, a boa notícia, é que existe vida sim Senhor após a separação.
Nem tudo está perdido e redescobrir que quando se perde algo aqui se ganha algo ali é um aprendizado que pode ser lento. Afinal, na hora da dor, a gente realmente acha que não há mais nada a fazer e que tudo está acabado, inclusive nós mesmos. Engano!Tudo passa...O jeito é enfrentar tudo e recomeçar...
Recomeçar não é brincadeira. O término de um relacionamento a dois, o qual juramos o “até que a morte os separe” é realmente de amargar.
E tudo o que era simples, desde buscar os filhos na escola até ir ao clube no fim-de-semana vira uma tarefa extremamente difícil. Acostumados a sermos dois, encarar o retorno da individualidade como carreira-solo significa ser forte. E, na maioria dos casos, força é tudo o que falta.
Mas, a vida continua e não dá pra gente se perder pelo caminho. Afinal, o caminho nunca está pronto e é feito diariamente, como uma tela na qual damos nossas pinceladas e deixamos nossas impressões. Nada existe em nossa vida que esteja pronto. Encare o fato: é preciso seguir em frente!
Pedir apoio não é vergonha nem desmerece ninguém e familiares, amigos e até pessoas que nem imaginávamos podem ser peças-chave nesta etapa de reintegração e recomeço. É como se a gente se redescobrisse e tivesse que se recriar em um novo universo, na cama grande que ficou, nos filhos que mantêm o elo do casal que não é mais casal... Tudo é novo e precisa ser encarado assim para se ter força.
Não há como fugir do desafio de recomeçar e tirar dessa experiência amarga o máximo de força que se puder obter. O tempo não pára!
Recomeçar é preciso, afinal, existe vida após a separação!!!
Quando fiz esse texto, pensei em um irmão meu,que amo e admiro pela inteligência, esforço e sabedoria que nele existe. Meu mano Marcos André, que está passando uma fase difícil de separação. Querido,saiba que toda essa tempestade vai passar...e depois de uma noite turbulenta, o sol sempre brilha...acredite! Peça força a Deus e use seu bom senso, sua capacidade de vencer e todo meu carinho e apoio! Deus está contigo e eu tb...Lembre-se:"E se diante de ti, não se abrir o mar, Deus te fará andar por sobre as águas!"
A todos aqueles que por qualquer deslize ou cilada resolveram separar, a força maior vem de Deus!!!
Eu mesma pude comprovar,pois essa fase eu superei, graças a minha coragem de renúncia.
Graças a Deus por sua misericórida e fidelidade!
Somente A Ele, Graças!!!!!


Nenhum comentário:

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

Eu e meus desabafos...

Hummm...Fofoca é uma arma muito perigosa..que aniquila qualquer grupo por mais que este esteja bem ajustado. Vem como quem não quer nada , como uma ventania, derrubando tudo e espalhando por todos os lados as poeiras da confusão.
NiNguém está livre de fofoca...o menbro usado é a língua..esta sim, qdo não abençoa, amaldiçoa...
As pessoas devem estar antenadas para este ataque...Vem devagar e a pessoa usada para isso tem um dom, uma especialidade fora de sério!E é tão convincente que engana qualquer um...
Eu mesma já fui vítima de inúmeras fofocas e confesso que já fofoquei bastante...mas veja bem, qdo percebi o mal e o estrago que é feito e que prá consertar as vezes é impossível e deixa sequelas...Percebi que deveria me afastar de pessoas com esse dom, pq elas influenciam vc de uma maneira, que qdo percebe, já era!Fiquei mais atenta e escolhi com quem e o que devo comentar...Estou de olhos abertos e de prontidão...para não cair mais nessa cilada...
E um aviso aos fofoqueiros de plantão :TÔ FORA!!!GOSTA DE FOFOCA?ME ESQUECE,OK????


Irmãs...

Ah gentê...As vezes fico um pouco tristinha por ter tantas irmãs e sermos tão distante...Gostaria muito de poder reunir fins de semana todos para almoço com direito a gargalhadas...natal com mesa cercada por todos...mas não é assim...Bom, eu tenho esperanças de que um dia td será diferente...Afinal, somos sangue do mesmo sangue, do mesmo ventre..somos diferentes E SOMOS TODAS IGUAIS!!!!
A VIDRAÇA
Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher, através da janela de sua cozinha, reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido: Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao acordar e ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu: Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da nossa janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos. Limpar a nossa própria vidraça antes de comentar a vida alheia.
E você?
Já limpou a sua vidraça?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...