sexta-feira, 9 de abril de 2010

Nessa vida tudo é passageiro...
Nascemos, crescemos e quando muito esperamos, morremos.
O que se pode aproveitar então?É este momento chamado agora.
E às vezes estamos tão envolvidos com a correria do dia-a-dia, que não atentamos para as coisas simples que são as pessoas. Sim, as pessoas que nos cercam. A família, os amigos, os vizinhos, colegas de trabalho e até um desconhecido na rua que as vezes, precisa tanto da nossa ajuda.
Viver o momento é curtir esse agora...porque tudo isso um dia vai passar.E os bens materiais ficam. E se você souber aproveitar esse agora, ficará com saudades e com a consciência tranqüila do dever cumprido. Do contrário, ficará com remorso, porque não fiz isso e aquilo..quando tive a oportunidade.
Pois bem, vamos agora olhar ao nosso redor. Quem precisa de mim? A quem vou abraçar?Dizer que gosto. Dizer que amo?
São palavras que quase não usamos e que fazem tanta diferença. Às vezes é só o que a pessoa ao lado quer ouvir..Ou sentir, como um aperto de mão, um sorriso, um afago e até um toque nos ombros. Simples né?
Vamos acordar e viver o agora. Vamos dizer aos queridos que os amamos e que estamos aqui para o que der e vier.
Abrace agora seu filho(a) e diga que a(o) ama e que ele(a) é um Presente de Deus na sua vida.
Abrace agora seu pai e sua mãe e agradeça pelos conselhos, ensinamentos recebidos e que os ama de todo coração!
Abrace agora seu marido, esposa, noiva (o), namorada (o), diga que ele(a) é a melhor coisa que aconteceu na sua vida.
Ligue agora para seu amigo(a) e diga o quanto sua amizade é importante e fundamental.
Sorria para o seu colega de trabalho e ajude no que precisar e peça ajuda se necessário.
Aperte a mão do seu vizinho e agradeça pela sua simples presença ali ao lado... Dê um bom dia com satisfação e sempre um sorriso no rosto.
Olhe ao lado.
Quem precisa de você?
Uma senhora atravessando a rua?Ou até mesmo um cachorro? Um mendigo que precisa de uma esmola, um par de sapatos? Quem sabe?
Você está olhando para os lados, ao seu redor? Então faça isso! Faça isso agora, porque o tempo esta passando e talvez você não tenha mais oportunidades de voltar e dizer palavras que gostaria ou... talvez não encontre mais essa pessoa.
O momento é agora!

Nenhum comentário:

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

Eu e meus desabafos...

Hummm...Fofoca é uma arma muito perigosa..que aniquila qualquer grupo por mais que este esteja bem ajustado. Vem como quem não quer nada , como uma ventania, derrubando tudo e espalhando por todos os lados as poeiras da confusão.
NiNguém está livre de fofoca...o menbro usado é a língua..esta sim, qdo não abençoa, amaldiçoa...
As pessoas devem estar antenadas para este ataque...Vem devagar e a pessoa usada para isso tem um dom, uma especialidade fora de sério!E é tão convincente que engana qualquer um...
Eu mesma já fui vítima de inúmeras fofocas e confesso que já fofoquei bastante...mas veja bem, qdo percebi o mal e o estrago que é feito e que prá consertar as vezes é impossível e deixa sequelas...Percebi que deveria me afastar de pessoas com esse dom, pq elas influenciam vc de uma maneira, que qdo percebe, já era!Fiquei mais atenta e escolhi com quem e o que devo comentar...Estou de olhos abertos e de prontidão...para não cair mais nessa cilada...
E um aviso aos fofoqueiros de plantão :TÔ FORA!!!GOSTA DE FOFOCA?ME ESQUECE,OK????


Irmãs...

Ah gentê...As vezes fico um pouco tristinha por ter tantas irmãs e sermos tão distante...Gostaria muito de poder reunir fins de semana todos para almoço com direito a gargalhadas...natal com mesa cercada por todos...mas não é assim...Bom, eu tenho esperanças de que um dia td será diferente...Afinal, somos sangue do mesmo sangue, do mesmo ventre..somos diferentes E SOMOS TODAS IGUAIS!!!!
A VIDRAÇA
Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher, através da janela de sua cozinha, reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido: Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao acordar e ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu: Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da nossa janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos. Limpar a nossa própria vidraça antes de comentar a vida alheia.
E você?
Já limpou a sua vidraça?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...