quinta-feira, 20 de maio de 2010


Oi, Jesus!!! eu sou o Zé

Todos os dias. Ao meio-dia. Um pobre velho entrava na igreja e, poucos minutos depois, dela saia.
Um dia, o sacristão preocupado com os valores ali existentes perguntou-lhe,o que fazia ali, diariamente, sempre naquele mesmo horário.

- Venho rezar - respondeu-lhe o velho.

- Mas é estranho! - disse o sacristão - que você consiga rezar tão depressa.

- Bem! - retrucou o velho - eu não sei rezar aquelas orações compridas.
Mas todos os dias, ao meio-dia, eu entro na igreja e falo:

- Oi! Jesus. Eu sou o Zé. Vim te visitar. Num minuto já estou de saída.
É só uma oraçãozinha. Mas tenho certeza de que Ele me ouve.

Alguns dias depois, o Zé sofreu um acidente e foi internado num hospital e na enfermaria passou a exercer grande influência sobre todos.
Os doentes mais tristes se tornaram alegres e muitas risadas passaram a ser ouvidas.

- Zé! - disse-lhe um dia a irmã, responsável pela enfermaria - Os outros doentes dizem que você está sempre tão alegre. O que você me diz?

- É verdade irmã. Estou sempre tão alegre. É por causa daquela visita que recebo todos os dias. Faz-me feliz.

A irmã ficou atônita. Já tinha notado que a cadeira encostada na cama do Zé estava sempre vazia. O Zé era um homem solitário sem ninguém.

- Quem o visita? A que horas? - perguntou-lhe a irmã.

- Todos os dias, ao meio-dia, Ele vem ficar ao pé da cama.
Quando olho, Ele sorri e me diz:

- Oi! Zé. Eu sou Jesus. Vim te visitar.
Que Maravilhaaaa!!!!Nosso Jesus é fiel, justo e presente!

*****
Não conheço o autor deste texto..mas amei! Inclusive li em uma reunião na empresa em que trabalhava e muitos se emocionaram... Me fez pensar no que ela nos passa.
Fé,simplicidade,dedicação e perseverança.
Quem muitos de nós age como o Zé? Tira um tempinho para falar com Jesus? Um momentinho só?
Muito de nós confundimos a oração como um amontoado de palavras que vão saindo da boca destituída de sentimentos e de humildade.
Quantos de nós temos tal perseverança, tanto nas horas de alegria quanto nas de dor para elevar o pensamento a Jesus confiando-lhe a nossa intimidade com a certeza de que Ele nos ouvirá?
A oração é uma fonte em que podemos aliviar a nossa alma.
O fio misterioso que nos liga com Deus.
É um bálsamo que cura nossas feridas.É o conforto para nossas angústias. É um templo em cuja doce intimidade encontramos paz e refúgio.Ah...como me sinto protegida, segura e livre quando estou conversando com Deus...
É importante
que cultivemos a fé inabalável em Cristo Jesus.
É importante que oremos ainda que a nossa oração seja singela mas que seja movida pelo sentimento.
Orando chegamos a Deus que nos deu o meio mais seguro de nos achegarmos a Ele sem cobrar ou exigir nada...liberdade de falar com o Senhor.De derramarmos o nosso coração de modo sincero, consciente e afetuoso a Deus, com a ajuda e o poder do Espírito Santo!
Siga o exemplo do Zé. Visite Deus!E veja a recompensa!

Photobucket

2 comentários:

Sonia disse...

Chegando...!!! Se convidar venho mesmo! (Risos)
Amei seu blog ! Foférrimo de visual e palavras.
Vou dar mais umas fuxicadinhas nele.
E, esse texto achei lindooo...!
Eu envelheço em tudo isso, mas também envelheço quando ando pelas ruas e vejo "crianças" que não tiveram a oportunidade que tive, cheirando cola. Bjssss...milll e amei sua visitinha!

Queila Freitas disse...

Nossa! muito lindo esse texto!
Você me convidou e aqui estou eu!
Muito lindo seu blog!
adoreei.
Deus abençõe vc seeeempre!
Beijinhos =D

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

Eu e meus desabafos...

Hummm...Fofoca é uma arma muito perigosa..que aniquila qualquer grupo por mais que este esteja bem ajustado. Vem como quem não quer nada , como uma ventania, derrubando tudo e espalhando por todos os lados as poeiras da confusão.
NiNguém está livre de fofoca...o menbro usado é a língua..esta sim, qdo não abençoa, amaldiçoa...
As pessoas devem estar antenadas para este ataque...Vem devagar e a pessoa usada para isso tem um dom, uma especialidade fora de sério!E é tão convincente que engana qualquer um...
Eu mesma já fui vítima de inúmeras fofocas e confesso que já fofoquei bastante...mas veja bem, qdo percebi o mal e o estrago que é feito e que prá consertar as vezes é impossível e deixa sequelas...Percebi que deveria me afastar de pessoas com esse dom, pq elas influenciam vc de uma maneira, que qdo percebe, já era!Fiquei mais atenta e escolhi com quem e o que devo comentar...Estou de olhos abertos e de prontidão...para não cair mais nessa cilada...
E um aviso aos fofoqueiros de plantão :TÔ FORA!!!GOSTA DE FOFOCA?ME ESQUECE,OK????


Irmãs...

Ah gentê...As vezes fico um pouco tristinha por ter tantas irmãs e sermos tão distante...Gostaria muito de poder reunir fins de semana todos para almoço com direito a gargalhadas...natal com mesa cercada por todos...mas não é assim...Bom, eu tenho esperanças de que um dia td será diferente...Afinal, somos sangue do mesmo sangue, do mesmo ventre..somos diferentes E SOMOS TODAS IGUAIS!!!!
A VIDRAÇA
Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher, através da janela de sua cozinha, reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido: Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao acordar e ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu: Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da nossa janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos. Limpar a nossa própria vidraça antes de comentar a vida alheia.
E você?
Já limpou a sua vidraça?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...