quinta-feira, 13 de maio de 2010

Meu cais, meu porto seguro...
Acho que finalmente vou ser capaz de deixar prá trás tudo aquilo que me faz sentir-me triste... desapontada. Chorar o passado não me levará jamais a lugar algum. Deixar que pessoas nos atinjam com palavras é fraqueza.Melhor pensar que palavras vão embora ao vento... A vida é, apercebi-me, como um rio que corre sempre na mesma direção sem jamais andar para trás.
Ao meu pequeno cais, que está edificado em um GRANDE PORTO SEGURO, chegam diariamente inúmeros barcos, transportando pessoas que ora me são especiais ora não desempenham mais que um papel de figurantes nos meus dias. Houve uma altura em que quis que algumas pessoas na minha vida pegassem o papel principal nesta peça de teatro em que eu serei a eterna protagonista e também já houve um tempo em que eu quis que essas pessoas fossem as protagonistas, da minha história.... Infelizmente não deu certo. O ato chegou ao fim, a cortina caiu e a peça acabou sem palmas para essas pessoas. E eu, absorta na falta que me fizeram, não dei pelos aplausos de quem permaneceu firme comigo. Esses sim permanecerão para sempre no meu coração!Porque é na prosperidade que os amigos nos conhecem e é na necessidade que os conhecemos.
Algumas pessoas partiram do meu pequeno porto seguro por que não saberem simplesmente amar.... Agora vagueiam, inexoravelmente, à mercê das correntes do rio. Sinceramente não sei se algum dia voltarão e, a cada dia que passa, apercebo de que se não voltarem é porque não faziam parte de mim.
A cada dia desta jovem Primavera dou-me conta dos pequenos gestos e ações que acontecem comigo e que me alegram... a maneira que meu filho sorrir e como pede a benção antes de dormir..momento esse que eu adoro!O jeito carinhoso que meu marido me atende ao telefone e a preocupação com minha saúde... O jeitinho que minha amiga Kelly me chama por telefone ou mensagem e como me olha qdo estamos conversando..que respeito!E o doce que faz?Humm!!!Minha amiga Márcia estende a mão sempre que preciso e sempre sorridente. Oh Exemplo!Amiga Janily, de coração prá coração...Amiga Nércia quando diz “oi culega do Coração” rsrsr...Quando falo com minha mana e cantora Arimathéia no msn...O momento em que estou na casa de Deus com minhas irmãs e o abraço aos meus pastores queridos. Quando estou de joelhos ao pé da cama, isso me conforta e me dá ânimo. Falar com Deus não é por menor é meu reabastecimento para o novo levantar. E outros amigos distantes ou de pertos que sempre me fazem feliz!
A vida é feita de ciclos e, por isso, às vezes também há gente que regressa com a corrente. Tal como não percebo muitas vezes porque soltam as amarras quando partem, também não compreendo o porquê de voltarem a ancorar neste meu cais. E o certo é que, de momento, não me interessa. O que eu sei é que, aos poucos, estas pessoas e outras novas que chegue vão ocupando o lugar dos que se foram ou se vão...
No fundo eu só quero amar. Amar a todos que merecem meu amor verdadeiro. Porque eu sei que sou amada, pelo meu adorável filho, meu querido esposo, meus inesquecíveis amigos, meus amados irmãos em Cristo. Oxi! Mas quero ser amada não por aquilo que queiram ver em mim, mas por aquilo que sou cá dentro e que se mudar, será para melhor. Quero um amor puro, daqueles que vencem mil e uma adversidades e vivem felizes para sempre. Quero olhar para trás ao fim da vida e poder dizer que amei de todo o meu coração e que não podia ter sido mais feliz. Um dia pensei poder compartilhar tudo isso com algumas pessoas que passaram pela minha vida, mas, ao que parece, era simplesmente algo que não estava destinado a acontecer. Mas outras vieram. E estão aqui comigo. Mas quem sabe essas pessoas não vão voltar? Quem sabe se não estão chegando? Só o tempo... e eu, por ora, não tenho pressa para nada senão para ser feliz, vivendo um dia de cada vez, agradecendo a Deus por tudo que tenho, que sou e o que serei, à espera de um momento que, cedo ou tarde, vai chegar e mudar a minha vida para sempre... Para melhor!Porque o Melhor de Deus estar por vir e eu estou aqui no meu cais... Segura,esperando!

Nenhum comentário:

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

Eu e meus desabafos...

Hummm...Fofoca é uma arma muito perigosa..que aniquila qualquer grupo por mais que este esteja bem ajustado. Vem como quem não quer nada , como uma ventania, derrubando tudo e espalhando por todos os lados as poeiras da confusão.
NiNguém está livre de fofoca...o menbro usado é a língua..esta sim, qdo não abençoa, amaldiçoa...
As pessoas devem estar antenadas para este ataque...Vem devagar e a pessoa usada para isso tem um dom, uma especialidade fora de sério!E é tão convincente que engana qualquer um...
Eu mesma já fui vítima de inúmeras fofocas e confesso que já fofoquei bastante...mas veja bem, qdo percebi o mal e o estrago que é feito e que prá consertar as vezes é impossível e deixa sequelas...Percebi que deveria me afastar de pessoas com esse dom, pq elas influenciam vc de uma maneira, que qdo percebe, já era!Fiquei mais atenta e escolhi com quem e o que devo comentar...Estou de olhos abertos e de prontidão...para não cair mais nessa cilada...
E um aviso aos fofoqueiros de plantão :TÔ FORA!!!GOSTA DE FOFOCA?ME ESQUECE,OK????


Irmãs...

Ah gentê...As vezes fico um pouco tristinha por ter tantas irmãs e sermos tão distante...Gostaria muito de poder reunir fins de semana todos para almoço com direito a gargalhadas...natal com mesa cercada por todos...mas não é assim...Bom, eu tenho esperanças de que um dia td será diferente...Afinal, somos sangue do mesmo sangue, do mesmo ventre..somos diferentes E SOMOS TODAS IGUAIS!!!!
A VIDRAÇA
Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher, através da janela de sua cozinha, reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido: Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao acordar e ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu: Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da nossa janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos. Limpar a nossa própria vidraça antes de comentar a vida alheia.
E você?
Já limpou a sua vidraça?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...