terça-feira, 15 de setembro de 2009

Eu sobrevivi...

Queridos,
Eu acredito que qdo temos um relacionamento íntimo com Deus não enfrentamos nada nesse mundo sem um aviso Dele. Sou uma pessoa que confia plenamente em Deus, no poder de cura e transformação. Não fico sem fazer minhas orações. pois elas são as pontes que me levam a Deus. Através desse elo é que realizo meus sonhos, é que conquisto minhas vitórias e que tenho minhas tristezas e amarguras consoladas...Sofri um acidente no dia 29 de julho de 2007...mas precisamente uma semana antes eu tive um sonho...sonhei que vavistava meu esposo em um momento de agonia, desespero, rodeado por várias pessoas...não entendi o que era, se um acidente de moto (pois o mesmo na época tinha uma moto), uma briga ou um assalto.Esse sonho me deixou muito prá baixo e comentei com meu esposo Gilson e com o meu filho Glênio. Demonstrei preocupação e passei a avisá-los todas as vezes que iriam sair sobre qualquer situação de perigo. Orava muito e pedia a proteçao de Deus na vida deles.
No entanto, no dia 29 de julho, em um domingo, resolvemos ir a praia...Meu esposo e eu. Eu, muito apreensiva não queria sair de casa...e meu esposo insistiu bastante e resolvir ceder.No retorno da praia, lá pelas 11 horas da manhã, um carro nos atropelou e eu fui lançada no asfalto...No momento da pancada, eu me recordo muito bem que fui ao ar rodopiando e nesse momento a única coisa que me veio a cabeça foi o meu filho...então, falei a Deus:Senhor, não permita que eu morra sem ver meu filho e coloca as tuas mãos santas embaixo de mim e não deixa acontecer nada...
Caí. Consciente e sem sentir nada de dores, porque parece que vc fica anestesiaa... tentei erguer a cabeça e logo avistei meu marido que já se aproximava..uma multidão se aglomerou ao redor..Então descobrir que tinha fraturado a perna esquerda,pois a mesma caiu em cima do meio fio.Nesse momento, tentei olhar prá trás prá visualizar minha perna e vi o meu esposo de cócoras, tentando ver em que situação estava minha perna...então lembrei do sonho.O aviso não era prá eles e sim prá mim...Deus me avisou para que eu me preparasse espiritualmente pois enfrentaria um vendaval.Mas assim mesmo, passou tudo comigo.E diante do apelo que fiz a Deus, realmente Ele foi fiel, mais uma vez...Colocou suas mãos santas embaixo de mim...Pois pela queda poderia ter fraturado a cabeça, e até morrido, mas não, apenas fraturei as pernas para que pudesse estar aqui hj testemunhando esse milagre.Sim, pq a té o capacete rachou e minha cabeça e meu corpo ficaram intactos. Toda honra e glória a Deus por isso!!!Enquanto viver, eu agradecerei e darei o melhor de mim para agradá-lo!!!

Eu sobrevivi...

2 comentários:

janilly disse...

"Orgulho-me de conhecer e ser amiga de uma pessoa tão forte, e cheia de fé quanto vc Odeth...Deus ouviu teu clamor, pois vc depositou Nele sua confiança. Parabéns pelo exemplo de vida. Vc SOBREVIVEU, e muitas pessoas precisam desse testemunho, pessoas q estão vivas, porém não sabem VIVER...Pq nao se deixam ser amadas por Deus"

Dethe Marthan disse...

Oh meu coração...vc por aqui?Que felicidade!Saiba que a recíproca é verdadeira!!!Amo-te amiga e com certeza, deixar Deus nos guiar é a melhor escolha!!!Bjks

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

ELE É A TUA FORÇA BEM PRESENTE!!!

Eu e meus desabafos...

Hummm...Fofoca é uma arma muito perigosa..que aniquila qualquer grupo por mais que este esteja bem ajustado. Vem como quem não quer nada , como uma ventania, derrubando tudo e espalhando por todos os lados as poeiras da confusão.
NiNguém está livre de fofoca...o menbro usado é a língua..esta sim, qdo não abençoa, amaldiçoa...
As pessoas devem estar antenadas para este ataque...Vem devagar e a pessoa usada para isso tem um dom, uma especialidade fora de sério!E é tão convincente que engana qualquer um...
Eu mesma já fui vítima de inúmeras fofocas e confesso que já fofoquei bastante...mas veja bem, qdo percebi o mal e o estrago que é feito e que prá consertar as vezes é impossível e deixa sequelas...Percebi que deveria me afastar de pessoas com esse dom, pq elas influenciam vc de uma maneira, que qdo percebe, já era!Fiquei mais atenta e escolhi com quem e o que devo comentar...Estou de olhos abertos e de prontidão...para não cair mais nessa cilada...
E um aviso aos fofoqueiros de plantão :TÔ FORA!!!GOSTA DE FOFOCA?ME ESQUECE,OK????


Irmãs...

Ah gentê...As vezes fico um pouco tristinha por ter tantas irmãs e sermos tão distante...Gostaria muito de poder reunir fins de semana todos para almoço com direito a gargalhadas...natal com mesa cercada por todos...mas não é assim...Bom, eu tenho esperanças de que um dia td será diferente...Afinal, somos sangue do mesmo sangue, do mesmo ventre..somos diferentes E SOMOS TODAS IGUAIS!!!!
A VIDRAÇA
Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher, através da janela de sua cozinha, reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido: Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao acordar e ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu: Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da nossa janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos. Limpar a nossa própria vidraça antes de comentar a vida alheia.
E você?
Já limpou a sua vidraça?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...